15/07/2019 às 10h33min - Atualizada em 15/07/2019 às 10h33min

Baixo Guandu: Número de atendidos no Programa Dermatológico passou de 500 pessoas

Com informações da PMBG
Foto Reprodução PMBG

O Programa de Assistência Dematológica (PAD) atendeu neste final de semana (13 e 14/07) mais de 500 pessoas em Baixo Guandu, com intenso movimento no sábado e domingo nas dependências do NESF.
 
Os números iniciais divulgados ontem à noite indicam que foram feitas 55 cirurgias, 297 consultas, 375 procedimentos de crioterapia e 93 atendimentos na área odontológica, para prevenção de câncer de boca.
 
O PAD é realizado anualmente em Baixo Guandu numa parceria da Prefeitura Municipal com a UFES, a Secretaria Estadual de Saúde, o albergue Martinho Lutero, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (Paróquia de Baixo Guandu), Sicoob, Limpida, Souza Ambiental  e o SAAE.
 
O principal objetivo do programa é a prevenção ao câncer de pele, muito comum na região e que acomete com mais freqüência pessoas de pele branca e trabalhadores na agricultura. Cidades mineiras como Aimorés, Itueta e Resplendor, além de pacientes de Colatina, Itaguaçu e Itarana, entre outras cidades, também foram atendidos em Baixo Guandu.
 
Mais de 100 pessoas estiveram diretamente mobilizadas para trabalhar no atendimento aos pacientes, entre eles médicos e acadêmicos da UFES,  professores especializados, atendentes e pessoal de apoio. A Secretaria Municipal de Saude de Baixo Guandu esteve maciçamente envolvida no PAD, inclusive oferecendo profissionais odontólogos na prevenção ao câncer de boca.
 
Dos EUA

Dois professores da Baylor University, do estado do Texas, nos Estados Unidos da América, vieram especialmente conhecer o Programa de Atendimento Dermatológico.
 
Os professores doutores Robert Doyle e sua esposa Eva Doyle elogiaram a organização e o trabalho de prevenção e cura  ao câncer de pele realizado na parceria que envolve Prefeitura, UFES e Igreja Luterana, entre outros.

O dr. Robert Doyle é americano mas fala muito bem o português, porque na infância e adolescência morou em Manaus, capital da Amazônia e hoje dedica-se ao ensino numa Universidade do Texas.

“Eu já conhecia a região de São Mateus e agora vim a Baixo Guandu, uma cidade que me impressionou pela organização, limpeza e simpatia da população”, disse o dr. Robert Doyle, que destacou a importância do PAD na prevenção e cura do câncer de pele.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com o Portal
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp