06/12/2018 às 11h13min - Atualizada em 06/12/2018 às 11h13min

TSE adia julgamento de prefeito de São Mateus, ES

Daniel Santana, o Daniel do Açaí, é acusado de abuso de poder econômico, porque distribuiu água para moradores da cidade perto do período eleitoral.

Fonte G1-ES

Prefeito de São Mateus, Daniel do Açaí — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

A ministra Rosa Weber, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), adiou o julgamento do prefeito de São Mateus, no Espírito Santo. Daniel Santana, conhecido como Daniel do Açaí, é acusado de abuso de poder econômico porque distribuiu água para moradores da cidade perto do período eleitoral.

O julgamento estava marcado para a terça-feira (4) e decidiria se Daniel permanece ou não no cargo de prefeito de São Mateus. Ainda não há previsão sobre quando o julgamento deve acontecer.

Entenda o caso

  • A distribuição de água aconteceu em 2016.
  • Após denúncia do Ministério Público, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou em maio de 2017 os mandatos do prefeito Daniel Santana e do vice dele, José Carlos do Vale. Os dois se tornaram inelegíveis por oito anos.
  • Daniel do Açaí recorreu, mas a condenação foi mantida em setembro e outubro de 2017.
  • Em dezembro de 2017, o último recurso do prefeito foi negado pelo TRE e ele conseguiu uma liminar para se manter no cargo.
  • Enquanto isso, um novo recurso era analisado no TSE, em Brasília.
  • O vice-prefeito, José Carlos, faleceu em agosto de 2018.
  • Em setembro de 2018, a ministra Rosa Weber entendeu que a distribuição de água, em região reconhecida pela necessidade hídrica da população, trouxe um grave desequilíbrio às eleições, e manteve a cassação.
  • A defesa de Daniel recorreu e entrou com um novo pedido, que atualmente corre no TSE.
Distribuição de água aconteceu em 2016, em São Mateus — Foto: Arquivo/ TV Gazeta

Distribuição de água aconteceu em 2016, em São Mateus — Foto: Arquivo/ TV Gazeta

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »