06/12/2018 às 11h10min - Atualizada em 06/12/2018 às 11h10min

Quase metade dos motoristas parados pela PM consumiram bebida alcoólica na Grande Vitória

A pesquisa foi realizada com base em entrevistas feitas com motoristas clientes de bares de Cariacica, Serra, Vila Velha e Vitória.

Fonte G1-ES

Bafômetros — Foto: Marcos Fernandez/ A Gazeta

Quase metade dos motoristas assumiram que dirigiram após beber em bares da Grande Vitória, entre novembro de 2017 e novembro 2018, segundo dados da Polícia Militar, divulgados nesta quinta-feira (6).

A pesquisa foi realizada pelo capitão da PM, Isaac Rubim, com base em entrevistas feitas com motoristas clientes de bares de Cariacica, Serra, Vila Velha e Vitória.

Foram 384 entrevistados e quase metade assumiu ter dirigido após consumir bebidas alcoólicas, nos últimos 12 meses. A pesquisa focou no perfil de motoristas bêbados e na prevenção de acidentes.

A PM disse que o estudo revelou também que, entre os entrevistados do sexo masculino, 61% já dirigiu depois de beber, enquanto entre as mulheres o número ficou em 37%.

A pesquisa mostrou que, questionados se pretendiam beber e dirigir na noite da entrevista, 23% dos condutores afirmaram que consumiriam álcool e voltariam para casa dirigindo.

Já, outros 40% dos entrevistados declararam que não dirigiriam sob o efeito de álcool na ocasião, por estarem de carona, a pé ou de transporte alternativo, porém não viam problema algum em conduzir um veículo estando alcoolizado.

O que evidenciou, segundo a PM, uma média de que mais de 60% dos entrevistados “assumiria facilmente o risco de dirigir, mesmo tendo consumido álcool”.

Outro número que chamou atenção, refere-se a faixa etária dos motoristas dispostos a dirigir após a ingestão de álcool: “16% dos jovens, entre 18 e 24 anos, assumiram que cometeriam tal ato na noite da entrevista, no entanto, entre o público adulto, com 60 anos ou mais, esse número acabou ainda maior, indo para 33%”.

Para o capitão da PM, “os dados evidenciam um cenário preocupante para a segurança no trânsito, uma vez que a associação do consumo de álcool e direção é um dos principais promotores de acidentes de trânsito em todo o mundo”

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »