05/12/2018 às 09h29min - Atualizada em 05/12/2018 às 09h29min

Artistas e internautas se mobilizam por cachorro morto por segurança

Cachorro foi espancado e depois envenenado em loja de Osasco, em São Paulo

Fonte Gazeta Online

Post de Tatá Werneck  - Foto: Reprodução

A morte de um cachorro , que foi espancado com um cabo de vassoura e, em seguida, envenenado por um segurança do Carrefour de Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo, no dia 28 de novembro, está causando comoção entre artistas, organizações não governamentais e internautas nas redes sociais.

A violenta morte do animal causou revolta e manifestações de repúdio por todo o país. A atriz e apresentadora Tatá Werneck publicou uma ilustração em homenagem ao cachorro e pediu para que aqueles que repudiam a atitude do segurança ajudem ONGs que cuidam de animais.

O comentário de Tatá já alcançou quase 1 milhão de pessoas no Instagram. Evandro Mesquita, Marimoon, Giovanna Lancellotti, Marcelo Serrado, Taina Muller, Jeniffer Nacimento, Thalita Rebouças, Fabiana Karla, Rick Bonadia e Marcelo Médice usaram o post de Tatá para pedir justiça após a morte do cão.

"Meu Deus que tristeza. Pobre bichicho", escreveu Fabiana Karla.

A atriz Letícia Spiller compartilhou o post de Tatá Wenerck: "Muito triste".

O cantor sertanejo Felipe Araújo também mostrou indignação pela morte do cachorro.

ONGs de cuidados aos animais também se mobilizaram nas redes sociais após a morte do cachorro. A ativista Luisa Mell publicou no Instagram o vídeo das câmeras de segurança do momento em que o cachorro é espancado.

Luisa diz que acompanhará o caso na Justiça. Ela foi até a delegacia onde o caso foi registrado com um representante do Ministério Público.

CARREFOUR

Em nota, o Carrefour informou que repudia veementemente qualquer tipo de maus-tratos e preventivamente afastou a equipe responsável pela segurança do local no dia da ocorrência até que a rigorosa apuração em curso seja concluída e as devidas providências adotadas.

“Assim que notamos a presença do animal nas dependências da loja, o acolhemos, oferecendo água e comida, até que a equipe do Centro de Controle de Zoonoses de Osasco chegasse ao local para o devido atendimento”, informou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »