08/11/2018 às 22h44min - Atualizada em 08/11/2018 às 22h44min

Caso Milena: Hilário Frasson quer garantir a guarda das filhas

Hilário deixou o presídio para comparecer a uma audiência em Vitória, na qual o ex-cunhado, Douglas Gottardi, requer a guarda definitiva das sobrinhas

Fonte Gazeta Online

O ex-policial civil Hilário Frasson, preso acusado de envolvimento no assassinato da esposa, a médica Milena Gottardi, foi retirado do presídio em Xuri, Vila Velha, no início da tarde desta quinta-feira (8), para uma audiência, em Vitória, que discute a guarda das filhas dele com a médica. A ação foi proposta por Douglas Gottardi Tonini, irmão de Milena, que possui a guarda provisória das meninas de 10 e 3 anos de idade.

A audiência de instrução começou às 14 horas no Centro Avançado dos Juizados da Infância e da Juventude de Vitória. Douglas está com a guarda provisória das sobrinhas desde o dia 27 de setembro de 2017.

Milena havia deixado registrado em uma carta que, caso acontecesse alguma coisa com ela, as crianças ficassem com o irmão. Ela foi morta a tiros no dia 15 de setembro, a mando do ex-marido e do sogro dela. Na ação de guarda definitiva, Douglas também pede à Justiça a perda do poder familiar de Hilário Frasson sobre as meninas.

Nesta audiência começou com o depoimento de Douglas. Depois, outras três testemunhas dele foram ouvidas. Nenhuma delas aceitou apresentar o depoimento na frente de Hilário.

Já os advogados de Hilário apresentou outras três testemunhas, sendo todos eles amigos do ex policial civil. Um sétima testemunha também compareceu a pedido do magistrado à frente da audiência.

A prima de Milena Gottardi, que preferiu não se identificar, relatou que o desejo da família é que a guarda definitiva fique com o irmão de Milena, Douglas Gottardi.

“Seria melhor para as meninas. Elas estão bem, tranquilas e estão conseguindo seguir a vida depois dessa tragédia. O melhor para as meninas é ficar distante do pai, eu não consigo nem imaginar elas visitando Hilário na cadeia. A mais velha já disse que não quer vê-lo e a mais nova não fala sobre isso e nem fala sobre o pai.”

Segundo a família, Hilário não abre mão da guarda definitiva das filhas, uma vez que ele paga a pensão das meninas. Ainda de acordo com familiares de Milena, a defesa do acusado solicitou que as filhas dele o visitassem na cadeia, mas o pedido foi negado pela Justiça.

A audiência de instrução no Centro Avançado dos Juizados da Infância e da Juventude terminou por volta das 22 horas.

Ao ser procurada pela reportagem, a advogada da família de Milena, Ana Paula Protzner, disse que não poderia comentar sobre o procedimento. "É uma audiência que faz parte do processo em curso e os processos que envolvem crianças possuem segredo de Justiça. Por isso, não posso dar informações a respeito. Fato é que ainda não tem decisão final, mais testemunhas devem ser ouvidas devem e as crianças seguem com os cuidados da família", afirmou a advogada.

Nesta audiência, que é de instrução e julgamento, são ouvidos, além de Hilário e Douglas, três testemunhas levadas por cada parte. Não há decisão judicial nesta audiência

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »