07/11/2018 às 22h38min - Atualizada em 07/11/2018 às 22h38min

Criança de 6 anos volta da casa do pai com os cabelos pintados e mãe leva caso à polícia no ES

A confusão aconteceu na Serra. Uma dermatologista disse que a química é perigosa para a criança, que, segundo a mãe, está sofrendo bullying na escola.

Fonte G1-ES

Criança tem cabelo pintado por madrasta sem a autorização da mãe — Foto: Divulgação

A vendedora Luciane Ferreira, mãe de uma menina de 6 anos, procurou a polícia para registrar um boletim de ocorrência nesta segunda-feira (5) dizendo que a madrasta da criança teria usado produtos químicos para pintar o cabelo da criança sem a autorização dela. O caso teria acontecido no sábado (3), na Serra, na Grande Vitória.

Segundo o relato da mãe, a menina foi para a casa do pai na quinta-feira (1) com os cabelos na cor preta. No domingo (4), o pai entrou ela falando que a madrasta havia pintado os cabelos da menina, mas que não havia sido "nada demais."

De acordo com Luciane Ferreira, na verdade a madrasta pintou mais da metade do cabelo da criança. A mãe, indignada, disse que ainda escutou do pai que "cabelo cresce".

Cabelo da criança foi pintado por madrasta — Foto: Divulgação

Cabelo da criança foi pintado por madrasta — Foto: Divulgação

"Estou muito preocupada com a condição do cabelo da minha filha. A mulher usou química no cabelo dela e acabou que ela está perdendo cabelo, toda hora cai um pedaço. Ela é apenas uma criança de 6 anos e todo mundo sabe que química estraga qualquer cabelo, quem dirá de uma criancinha. Fiz um boletim de ocorrência para que essa maldade não fique impune", afirmou a mãe.

Luciane contou ainda que o pai da menina disse que ele havia permitido a madrasta a realizar o procedimento de pintura. Contudo, a mãe ressaltou que a filha chegou em casa chorando por causa da mudança indesejada de seu cabelo.

Cabelo da criança teria sido pintado por madrasta — Foto: Divulgação

Cabelo da criança teria sido pintado por madrasta — Foto: Divulgação

"Ela está triste, com vergonha do cabelo e vem sofrendo bullying na escola onde estuda. Outras crianças ficam chamando ela de cabelo de fogo. Ela não está nem querendo ir mais para a escola por causa disso. E eu sofro junto", relatou.

Revolta nas redes sociais

Luciane Ferreira também usou as redes sociais para expressar a indignação com a atitude da madrasta. A publicação da vendedora gerou revolta em vários internautas que resolveram comentar o post.

"Não dá para aceitar isso. Como essa mulher teve a capacidade de fazer isso com a menina", escreveu uma internauta.

"Que coisa horrível... revoltante... Por que essa mulher não pintou o próprio cabelo desse jeito? Cabelo lindo e fizeram isso com ele", comentou outra pessoa.

"Ela não deveria ter feito isso sem a autorização da mãe. O pai não fez nada para evitar? Que maldade. Mas fique tranquila que logo o cabelo dela voltará a ser bonito e natural", escreveu outra seguidora.

Química no cabelo pode causar danos

A médica dermatologista Vanessa Pretti comentou que é preciso ter muita cautela ao despejar química nos cabelos de uma criança.

"Não recomendo ninguém a fazer isso, afinal, pintar os cabelos de crianças é prejudicial porque elas possuem fios frágeis e o couro cabeludo é bem mais sensível. Além disso, a coloração pode causar alergias severas que podem ser difíceis de tratar", pontuou.

O outro lado

A reportagem tentou contato com o pai da criança por telefone, contudo, as ligações não foram atendidas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »