07/04/2021 às 13h44min - Atualizada em 07/04/2021 às 13h44min

Suspeito de atirar contra carro de policial civil é preso em Vitória

Crime aconteceu na noite da última segunda-feira (5) em Gurigica, e o policial não foi atingido. Segundo a Polícia Civil, durante a operação também foi detido um adolescente e desarticulado um laboratório de "lança-perfume", no bairro Consolação

Fonte www.agazeta.com.br
Muitos tiros atingiram o vidro traseiro da viatura descaracterizada dirigida pelo policial . Crédito: Reprodução/TV Gazeta

A Polícia Civil prendeu em flagrante o suspeito da tentativa de latrocínio contra um policial civil, que ocorreu na noite desta segunda-feira (5), em Gurigica, em Vitória. A vítima estava em uma viatura descaracterizada e teve o veículo atingido por mais de 15 tiros e não foi atingida pelos disparos. A ação da Divisão Especializada de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP) contou com o apoio da Força Tática, do 1° Batalhão da Polícia Militar.

De acordo com informações da Polícia Civil, durante a operação também foi detido um adolescente e desarticulado um laboratório de "lança-perfume", no bairro Consolação, na Capital. Além das substâncias, uma pistola e um kit Roni – utilizado para dar mais potência à arma de fogo – foram apreendidos.

Mais informações sobre a operação serão passadas em coletiva de imprensa marcada para as 15h30 desta quarta-feira (7), que contará com a presença do delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, do chefe da DRCCP, delegado Gabriel Duarte Monteiro, do titular da DSP, delegado Gianno Trindade, além de representante da PM.

SOBRE O CRIME

Uma viatura descaracterizada da Polícia Civil foi alvo de diversos tiros por volta das 23h40 da última segunda-feira, em Gurigica, Vitória. Na direção do veículo – que não possuía nenhuma identificação da polícia – estava um policial civil que atua na Superintendência de Polícia Interestadual e de Capturas (Supic) e não foi atingido pelos tiros. Foram pelo menos 15 disparos contra a viatura.

De acordo com informações da Polícia Militar, o agente passava com o carro pela rua Gilson Mendonça quando foi abordado por seis criminosos armados, que obrigaram que ele entregasse o veículo. Os bandidos abriram fogo contra a viatura. O carro foi atingido por 17 disparos, sendo que a maior parte deles atingiu o lado do carona e também a traseira do veículo

Link
Notícias Relacionadas »