21/11/2020 às 13h26min - Atualizada em 21/11/2020 às 13h26min

Câmara de São Mateus 100% renovada: nem um vereador se reelege em 2020

Dos 11 vereadores da atual legislatura, nove disputaram o pleito, mas nenhum conseguiu se reeleger. A partir de 2021, todas as cadeiras do Legislativo serão ocupadas por novos nomes

Fonte Agazeta
Plenário da Câmara de São Mateus, no Norte do Espírito Santo. Crédito: Divulgação / PMSM

Os eleitores de São Mateus, na região Norte do Espírito Santo, foram os únicos no Estado que escolheram substituir todos os vereadores de uma só vez, a partir de 2021. Nem um dos 11 ocupantes da atual legislatura conseguiu se reeleger no último domingo (15).

E não foi por falta de tentativa. Apenas três vereadores da legislatura atual não entraram na disputa em 2020. Os nove que tentaram um novo mandato não conseguiram votos suficientes para se eleger ou foram excluídos pelo quociente eleitoral.

Nem mesmo Jozail (PP), que nas eleições de 2016 conquistou 2.107 votos, sendo o vereador mais votado, garantiu a manutenção da vaga na Câmara. Ele obteve 800 votos este ano e ficou como suplente.

Esse caso único nas eleições de 2020 no Espírito Santo pode ter influência, segundo articuladores políticos da cidade, do próprio prefeito, Daniel Santana, o Daniel da Açaí (PSDB). Ao contrário dos que concorreram à vereança, ele conseguiu se releger, com 36,42% dos votos válidos – em São Mateus não há segundo turno, pois a cidade não tem mais de 200 mil eleitores.

A maioria dos vereadores da atual legislatura faz oposição ao prefeito. Na campanha, Daniel difundiu fortemente o discurso de que a Câmara municipal não o deixou trabalhar. Na visão de correligionários, isso pode ter motivado a população a renovar todas as cadeiras, inclusive aquelas que eram ocupadas por aliados do prefeito.

"A renovação na Câmara foi uma das bandeiras da campanha do prefeito. Ele teve dificuldade em passar projetos, alguns foram barrados até pelos apoiadores dele. Acredito que isso influenciou no voto dos eleitores", declarou um político da cidade. Essa é uma hipótese.

NOVATOS

O quadro da Câmara em 2021 contará com novatos. Dos 11 eleitos, apenas três já foram vereadores em outros mandatos. Entre elas está Ciety (PT), única mulher eleita e segunda mais votada, com 1.214 votos.

Houve também maior diversificação de partidos. Enquanto na legislatura atual apenas cinco legendas estão representados nas onze vagas, no próximo ano serão dez. O PSDB, partido do prefeito, foi o único que conseguiu emplacar dois vereadores.

OS NOVOS ELEITOS
• Lailson da Aroeira (Solidariedade)
• Ciety (PT)
• Delermano Suim (Patriota)
• Robertinho (PSB)
• Gilson Gomes Pia (PSDB)
• Isael (PSL)
• Paulo Fundão (PP)
• Kacio Mendes (PSDB)
• Adeci de Sena (Cidadania)
• Carlinho Simião (Podemos)
• Cristiano Balanga (PROS)
• OS ATUAIS VEREADORES
• Ajalirio (Podemos)
• Temperinho (PP)
• Aquiles (PMN)
• Carlos Alberto (PSB)
• Amaro (PT)
• Jaciara (PT)
• Jerri Pereira (PP)
• Jorginho Cabeção (PP)
• Doda Mendonça (PT)
• Jozail do Bombeiro (PP)
• Paulo Chagas (PT)

CARIACICA TEVE MENOR RENOVAÇÃO DO ESTADO

Na outra ponta da tabela está a Câmara de Cariacica, que registrou a renovação mais tímida do Estado, em torno de 42%, ficando bem abaixo das demais cidades da Grande Vitória. Foram eleitos 8 novos vereadores, das 19 vagas.
• São eles:
• Netinho (DC)
• Cleidimar Alemão (PROS)
• Lei (DEM)
• Preto (PSB)
• Juquinha (PMN)
• Paulo Foto (PROS)
• Mauro Durval (Cidadania)
• Marcelo Zonta (Cidadania)

Dos 19 vereadores da cidade, dois não disputaram a reeleição e outros 15 decidiram tentar mais um mandato. Destes, 11 parlamentares foram bem sucedidos e retornam para mais uma legislatura em 2021. Ou seja, 57,8% vão continuar lá.

São eles:
• Amarildo Araújo (PSB)
• André Monteiro Lopes (PT)
• Broinha (PMN)
• Cesar Lucas (PV)
• Edgar Pedro Teixeira (PSL)
• Edson Nogueira de Souza (PODE)
• Lelo Couto (DEM)
• Leo Alexandre Coutinho de Almeida (PDT)
• Renato Machado (Avante)
• Romildo Alves de Oliveira (PP)
• Sergio Camilo Gomes (PRTB)

Na cidade, dois vereadores decidiram disputar a prefeitura: Celso Andreon (PSD) e Joel da Costa (PSL), mas foram derrotados já no primeiro turno
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »