21/11/2020 às 13h23min - Atualizada em 21/11/2020 às 13h23min

Vereador eleito mais jovem do ES quer representar agricultores na Câmara

O trabalhador rural Caique de Souza Carvalho tem 20 anos e foi eleito vereador de Muniz Freire pelo PP nas eleições de 2020. Para aprovar a candidatura, a mãe dele colocou uma condição: "não mexer com coisa errada"

Fonte Agazeta
Caique de Souza vai assumir um mandato na Câmara de Muniz Freire aos 20 anos. Crédito: Arquivo pessoal

A candidatura do vereador eleito mais jovem do Espírito Santo só ganhou apoio em casa depois de um conselho de mãe. “Minha mãe só concordou depois que me pediu para honrar o nome da nossa família, fazer o melhor para o município e não mexer com coisa errada”, conta Caique de Souza (PP), de 20 anos, que vai assumir o mandato na Câmara Municipal de Muniz Freire em 2021.

Faz apenas dois anos que ele é obrigado, por lei, a votar. Trabalhador rural, o capixaba fez 20 anos menos de um mês antes de se eleger, no dia 22 de outubro. Durante o aniversário, já estava fazendo campanha. Longe do protagonismo da rede social, a estratégia foi a mais eficaz para seu público-alvo. “Sempre cheguei na casa das pessoas, pedi licença, não fiz promessas falsas, falei que eu tinha vontade de melhorar nosso município e pedi votos", relata.

Pelos gastos de campanha declarados à Justiça Eleitoral, Caique gastou R$ 1 mil e conseguiu 179 votos, o suficiente para iniciar sua carreira política. Diferentemente de muitos jovens que entram na política por influência de parentes, o novo vereador é o primeiro da família a se enveredar pela área. Todos da casa dele trabalham com agricultura, tendo a plantação de café e abacate como principal fonte de renda.

A afinidade com a política começou aos 13 ou 14 anos. Mesmo jovem, Caique já havia despontado como liderança local e sido convidado a se filiar ao partido anteriormente. Nestas eleições, decidiu concorrer para levantar a bandeira dos trabalhadores rurais.

"Quero defender a agricultura do nosso município, ajudar a levar conhecimento às zonas rurais, ajudar os estudantes universitários e buscar outras melhorias para nossa saúde", afirma.

Formado no ensino médio em 2017, o capixaba não pretende fazer faculdade. Diz que vai se dedicar exclusivamente ao mandato. O único irmão é formado em História, mas não atua na área e também trabalha com os pais. Agora, Caique tem um "novo emprego" e vai ganhar o salário de vereador: R$ 1.600,80 em Muniz Freire.

Sem familiares para se inspirar, quem deu o impulso para que o jovem agricultor entrasse na disputa foi o atual vereador do município Jonatas Almeida (PP). Este não tentou a reeleição, mas diz que liderou o grupo de "novatos" que entrariam na política.

"Caíque é o representante do nosso projeto em Muniz Freire que preza pela renovação. Todos os nossos candidatos eram novatos na política. Tem muita gente que lidera comunidade, que nunca se envolveu com política. A ideia é transformar nossa cidade, envolvendo pessoas sérias no meio político", disse para reportagem.

Religioso, Caique está animado e "cheio de fé" para começar a nova fase de vida. "Cada passo que eu dei nessa minha caminhada foi colocando Deus na frente. E peço que Ele dê sabedoria para mim e meus companheiros para a gente reformar essa cidade", finalizou
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »