22/10/2020 às 12h55min - Atualizada em 22/10/2020 às 12h55min

Ainda sem julgamento, Justiça russa prorroga prisão preventiva de Robson até abril de 2021

Defesa do motorista ofereceu pagamento de fiança no valor de R$ 730 mil, que seriam pagos pela família do jogador Fernando, mas proposta não foi aceita

Fonte Globo Esporte
 Robson, brasileiro preso na Rússia, audiência 22/10 — Foto: Reprodução

Em audiência nesta quinta-feira, em Moscou, o brasileiro Robson de Oliveira, 48 anos, teve a prisão preventiva prorrogada até abril de 2021. Quando esta data chegar, o ex-motorista do jogador Fernando terá completado dois anos preso sem que tenha sido julgado. A defesa de Robson propôs à Justiça russa o pagamento de 10 mil rublos (cerca de R$ 730 mil) como fiança para que ele aguarde o julgamento em liberdade. Mas a proposta não foi aceita por ele não ter moradia fixa, nem emprego no país.

Segundo a defesa de Robson, o valor seria pago pela família do jogador e ao final do processo teria a possibilidade de ter a quantia devolvida, numa espécie de pagamento caução. Os advogados ainda vão tentar convencer a juíza O.V. Pischukova na próxima audiência, marcada para o dia 9 de novembro de que o brasileiro tem como se manter na Rússia:

"Vamos editar um vídeo mostrando que o Robson tem onde morar lá e informar, também, que a família do jogador (Fernando) se comprometeu a arcar com as despesas de alimentação e moradia do Robson enquanto ele estiver em liberdade, aguardando o julgamento. A juíza não aceitou dessa vez, por entender que ele não teria como se bancar no país, fora da prisão. Mas vamos mostrar para ela que ele terá esse auxílio, conforme prometido pela família", disse o advogado que representa o motorista no Brasil, Olímpio Soares.

Segundo ele, a quantia combinada com a família de Fernando seria de U$ 2 mil por mês (para as despesas mensais), além do pagamento da fiança.

Após a audiência, nossa equipe conversou com Robson. Veja parte da entrevista:

Pergunta: Como você soube sobre a campanha nas redes

Soube através do advogado.

E você soube que os próprios jogadores, o Felipe Melo, o Richarlisson estão participando dessa campanha?

Não tô sabendo, não. Eu soube parcialmente. Um policial comentou alguma coisa, que leu uma entrevista do Allison sobre mim. Mas eu não sei, exatamente o conteúdo do que ele falou.

Depois que você soube disso, mudou? Você está mais esperançoso de sair logo daqui?

Esperança eu sempre tive, até porque não sou culpado. E sair o mais rápido possível, com certeza eu espero que aconteça

Robson está preso há um ano e sete meses sob acusação de tráfico internacional de drogas por ter entrado no país com remédios encomendados pela família do jogador Fernando, ex-Grêmio e seleção brasileira, atualmente no Beijing Guoan. O medicamento (Cloridrato de Metadona) seria usado pelo sogro do volante, William Pereira de Faria que sofre de dores nas costas. Embora familiares tenham declarado em matéria que foi ao ar no Esporte Espetacular que não sabiam que o medicamento era proibido, assumindo a responsabilidade por terem colocado o motorista nesta situação, o sogro do jogador nunca compareceu em sede policial, nem na Justiça para dar esclarecimentos
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »