16/09/2020 às 09h58min - Atualizada em 16/09/2020 às 09h58min

Apple Watch será vendido sem carregador; iPhone pode ser o próximo

O valor do acessório a parte pode afastar possíveis compradores

Fonte Olhar Digital
Nesta terça-feira (15), como parte do evento Time Flies, a Apple lançou os novos Apple Watch Series 6 e Apple Watch SE. Além da boa notícia do lançamento dos novos dispositivos, a empresa também revelou algo que não deve agradar a seus usuários: os relógios inteligentes não serão vendidos com o carregador, que passará a ser comprado a parte.

De acordo com a Apple, o motivo é puramente ambiental, visto que essa mudança deve economizar uma quantidade de carbono equivalente ao que é emitido por 50 mil carros por ano. Isso significa que, nas versões anteriores, a Apple estava produzindo milhões de carregadores só para enviá-los com os smartwatches, fora as unidades vendidas individualmente.


Novo Apple Watch Series 6. Imagem: Apple/Reprodução

A novidade alimenta os rumores de que o iPhone 12 também não virá acompanhado de um carregador, algo que não é um problema tão grande para os usuários que já têm versões anteriores do smartphone, já que a antiga alimentação pode ser reutilizada. No entanto, para quem está trocando um celular de outras marcas por um iPhone, isso representa um gasto considerável a mais.

O mesmo deve acontecer com a maioria dos usuários que decidirem comprar um Apple Watch Series 6 ou um Apple Watch SE. Afinal, o carregador é menos comum e o acessório é ainda mais caro do que o que alimenta os iPhones.

Além disso, vale lembrar que o Apple Watch Series 6 e o Apple Watch SE foram anunciados por, respectivamente e no mínimo, R$ 5.300 e R$ 3.800. Os preços já são considerados altos o bastante para não incluírem o acessório que é fundamental ao funcionamento.

Apple apresenta nova geração do Watch e novo modelo mais barato

A empresa utilizou o evento desta terça-feira (15) para apresentar a nova geração do seu relógio inteligente, o Apple Watch.

O momento é ideal para o anúncio do produto, já que o Apple Watch Series 6 tem um foco renovado em saúde, ideal para um momento em que o mundo inteiro ainda se preocupa com a Covid-19. A principal novidade neste aspecto é a capacidade de leitura da oxigenação do sangue graças a novos sensores na parte traseira do relógio, um índice de oxigenação do sangue, que é um método que pode ajudar a identificar a infecção pelo coronavírus, potencialmente substituindo o oxímetro. A medição é feita em 15 segundos.

O novo Apple Watch também conta com uma evolução de outro recurso importante de saúde. A empresa trabalhou para melhorar a função de eletrocardiograma do relógio, que gerava leituras inconclusivas nas gerações passadas.

Via: The Next Web
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »