14/09/2020 às 21h12min - Atualizada em 14/09/2020 às 21h12min

Polícia já sabe quem assaltou e matou empresário na Serra e pede ajuda

Foto mostra como o criminoso estava vestido no momento do crime, na manhã desta segunda-feira (14); população deve colaborar pelo Disque-Denúncia (181)

Fonte A Gazeta
Atirador que matou empresário na Serra foge descalço pelas ruas de Jardim Limoeiro. Crédito: Divulgação | Polícia Civil

O criminoso responsável por atirar e matar o empresário José Geraldo Rizzo já foi identificado pela Polícia Civil . Segundo o delegado José Luiz Pazeto, titular da 3ª Delegacia Regional da Serra, ele é conhecido como 'Costela', de 27 anos.  A polícia divulgou uma foto do momento em que ele fugia com o dinheiro roubado e duas armas no bairro Jardim Limoeiro, na Serra – local onde o crime aconteceu, na manhã desta segunda-feira (14).

A imagem mostra o suspeito vestindo calça jeans, blusa preta de mangas longas e um boné. Quem tiver qualquer informação sobre o homem deve informar a polícia por meio do Disque-Denúncia (181). As informações e o pedido são do delegado do caso.

"Nós já identificamos o atirador: o vulgo dele é 'Costela', de 27 anos. Acredito que a prisão dele seja questão de horas. Quem souber dele, ligue para o 181"
José Luiz Pazeto - Delegado titular da 3ª Delegacia Regional da Serra

Além desse suspeito que está foragido, um adolescente de apenas 15 anos participou do latrocínio (assalto seguido de morte) e já foi apreendido. Com cinco passagens pela polícia, ele teria recebido R$ 1 mil para dirigir o carro utilizado na ação criminosa. Entre os crimes cometidos anteriormente por ele, estão tráfico de drogas e roubo.

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz jovem tentou fugir de carro quando ouviu os três tiros de arma de fogo. No entanto, ele acabou detido por policiais cerca de dez minutos depois do crime. Já o homem de 27 anos, que efetuou os disparos, fugiu correndo pelas ruas do bairro e ainda não foi localizado.

UMA DAS ARMAS NA FOTO ERA DA VÍTIMA

Conforme informado pelo delegado Pazeto, uma das armas que o homem segurava no momento em que foi fotografado pertencia à vítima. Além de empresário, testemunhas disseram que José Geraldo Rizzo era policial da reserva. Ou seja, estava aposentado. A pistola que ele portava era de calibre 380.

CRIME PLANEJADO: R$ 52 MIL LEVADOS

Devido à dinâmica do crime, a Polícia Militar acredita que o crime foi planejado e que os criminosos tinham informações privilegiadas sobre a vítima, que estava prestes a depositar R$ 52 mil em dinheiro. O assalto e os disparos aconteceram na frente de uma agência bancária, por volta das 10h30 desta segunda (14) .

CARRO ERA ROUBADO E ESTAVA COM PLACA ADULTERADA

Apreendido, o carro utilizado no crime tinha restrição. Segundo a PM, o veículo havia sido roubado no último dia 10, por volta das 22h, no bairro Laranjeiras, na Serra. Nesta segunda-feira (14), ele estava com a placa adulterada. O dono do veículo compareceu à Delegacia Regional da cidade durante a tarde e não reconheceu o adolescente como o responsável pelo roubo do automóvel.

IRMÃO TAMBÉM JÁ PASSOU POR SITUAÇÃO PARECIDA

Há cerca de três anos, Luiz Rizzo – sócio e irmão de José Geraldo – também foi assaltado e baleado em frente a uma agência bancária, durante a manhã de uma segunda-feira, na qual faria o depósito de uma quantia em dinheiro. Naquela vez, o crime aconteceu no bairro Jacaraípe, também na Serra.

De acordo com informações passadas pela família à TV Gazeta, ele precisou ficar mais de três meses internado em um hospital particular – local para onde José Geraldo também foi levado na manhã desta segunda-feira (14), mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »