11/09/2020 às 22h40min - Atualizada em 11/09/2020 às 22h40min

Força Tática apreende grande quantidade de drogas em Baixo Guandu, ES

Os entorpecentes foram apreendidos nas residências dos suspeitos de matarem o taxista em Colatina, ES. O caso é apontado com latrocínio.

Redação Portal Guandu
Entorpecentes apreendidos pela Equipe de Força Tática em Baixo Guandu - Foto 4.ª CIA do 8.º BPM

A Equipe de Força Tática da Polícia Militar de Baixo Guandu apreendeu drogas nas residências dos suspeitos de envolvimento na morte do taxista e pastor, na tarde desta sexta-feira (11), no município de Colatina, ES.

Em continuidade da prisão dos suspeitos de envolvimento no latrocínio ocorrido no município de Colatina, ES. Os militares realizaram uma operação e apreenderam drogas nas residências dos suspeitos em Baixo Guandu, na região noroeste do Espírito Santo.

Os bairros onde ocorreram as apreensões não foram divulgados pela PM. Nas residências foram localizados 77 (setenta e sete) pinos de cocaína, 7 (sete) tabletes de maconha, 17 (dezessete) pedras de crack e uma balança de precisão.

O material apreendido foi entregue na delegacia de Baixo Guandu, ES.


ENTENDA O CASO

Trio de Baixo Guandu é suspeito de matar taxista próximo à Colatina, ES


Três suspeitos, sendo dois menores de 16 e um maior de 18 anos, foram detidos pela morte de um taxista e pastor do município de Marilândia na tarde desta sexta-feira (11), próximo ao município de Colatina, na região noroeste do Espírito Santo.

Segundo informações preliminares, os três suspeitos teriam se deslocado de Baixo Guandu para o município de Marilândia, ES, com intuito de cobrar uma dívida de entorpecentes. Após realizarem a cobrança, os três suspeitos contrataram um veículo táxi de um pastor de 40 anos do município de Marilândia para retornar para Baixo Guandu, ES.

Durante o trajeto pela ES-248 entre Marilândia e Colatina, os três suspeitos tentaram roubar o veículo e acabaram matando o pastor com um disparo na nuca. O taxista 
Maciel Bernardo do Rosário, de 40 anos, teria visto a arma de fogo e tentado parar o veículo, segundo relatos dos próprios suspeitos a Polícia Militar.


Vítima  Maciel Bernardo do Rosário, de 40 anos - Foto Reprodução

Na tentativa de fugir do local, os suspeitos tentaram retirar o pastor do veículo, porém, tiveram o plano frustrado por motoristas que suspeitaram da ação e acionaram a Polícia Militar.

Os três suspeitos fugiram através de um matagal e se abrigaram em uma residência abandonada. A Polícia Militar cercou a região e localizou os suspeitos trancados dentro do banheiro da residência. Em cima da cama e dentro de uma bolsa, foi localizado um revólver calibre 38 e a submetralhadora de fabricação caseira calibre 380, de onde teria partido o disparo que matou o taxista.


Armas apreendidas com os suspeitos - Foto Polícia Militar
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »