09/08/2020 às 12h47min - Atualizada em 09/08/2020 às 12h47min

Menina de 10 anos engravida após sofrer estupros em São Mateus

Criança teve a gravidez de três meses confirmada após ser levada por uma tia a hospital. A menor relatou que era estuprada por um tio desde os 6 anos. O homem ainda não foi localizado pela polícia

Fonte A Gazeta
O Conselho Tutelar de São Mateus está acompanhando o caso da criança grávida na cidade. Crédito: Reprodução/Google Maps

Dez anos de idade e com traumas que permanecerão por muito tempo. Essa é a situação de uma criança que teve a gravidez confirmada após a realização de exames no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, na Região Norte do Espírito Santo, neste sábado (8). A gestação foi originada de seguidos estupros praticados por um tio, segundo o relato da menina para os médicos que a atenderam no local, diante de policiais militares e de uma assistente social.  Os envolvidos no caso não terão o nome divulgado, para preservar a imagem da criança.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a menina chegou ao hospital acompanhada por uma tia e afirmou aos médicos que achava que estava grávida. Os profissionais da unidade notaram que a barriga da criança apresentava um volume e foi realizado um exame de sangue (BCG). O resultado do teste comprovou a gravidez e indicou que a menor já estava grávida há cerca de três meses.

ABUSADA POR ANOS

Questionada pelos médicos e pela assistente social, a criança contou que era abusada pelo tio desde os seis anos de idade e mantinha o silêncio porque era ameaçada de morte por ele. A menina reside com a avó, que também sofria ameaças do familiar, conforme relatado no boletim pela menina. As intimidações ocorriam sempre após os atos praticados pelo tio da criança.

Após constatados a gravidez e o estupro, o Conselho Tutelar da cidade foi acionado e um conselheiro foi até o Hospital Roberto Silvares. A criança foi ouvida novamente por ele e recebeu uma medida protetiva.

BUSCAS PELO TIO

Após o relato da menina, policiais militares foram até o endereço informado pela criança em busca do tio. No local, foram recebidos por uma mulher que se identificou como ex-companheira do homem apontado como estuprador. Ela informou que ele esteve na residência, pegou o próprio carro e saiu sem dizer para onde iria.

A ex-mulher também informou que o homem possui passagem pela polícia por tráfico de drogas e, mensalmente, comparece ao Fórum municipal.

Por nota, a Polícia Civil informou que o fato será investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Idoso (DPCAI) de São Mateus. Até o momento, nenhum suspeito de cometer o crime foi detido.

A polícia solicitou ainda que a população auxilie na investigação pelo telefone 181 ou pelo site, onde é possível anexar imagens e vídeos. Não é necessário se identificar para denunciar pelo Disque-Denúncia
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »