21/07/2020 às 10h39min - Atualizada em 21/07/2020 às 10h39min

Polícia Militar apreende quase 2 toneladas de maconha em Minas Gerais

Fonte G1
Maconha apreendida pela polícia — Foto: Reprodução/TV Globo

Aproximadamente duas toneladas de maconha foram apreendidas pela Polícia Militar (PM), em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite desta segunda-feira (20).

A PM chegou até os alvos graças a uma denúncia anônima, que passou o endereço onde a dupla estava escondendo a maconha.

A carreta com a droga estava em um lote que serve como estacionamento para os fiéis da Igreja Pentecostal Porta da Salvação. O pastor disse à polícia que emprestou o local, mas não sabia que no veículo havia drogas.

De acordo com a polícia, os militares chegaram na hora certa para fazer o flagrante.

"No momento da abordagem eles estavam tirando da carreta e armazenando próximo a um matagal. Presumimos que eles iriam fracionar essa droga em veículos menores para fazer a distribuição e ter mais agilidade, devido ao tamanho da carreta ela é menos ágil para ser estacionada ou entrar em determinados imóveis", explica o tenente Wanderlei Assunção.

O motorista foi preso escondido dentro do veículo. O outro suspeito conseguiu fugir pela mata, mais foi detido após um cerco no local. Os suspeitos tentaram camuflar a droga na carreta, para não serem pegos em fiscalizações de trânsito.

"A carga principal provavelmente era uma carga de cereal, algum tipo de grão. E debaixo desse assoalho da carreta, abaixo desse assoalho eles acondicionaram essa droga e espalharam café para dificultar no caso, o faro de algum cachorro de busca de faro da polícia ou de qualquer outro órgão policial aí".

Segundo a PM, a maconha veio do Paraguai e passou pelo estado do Paraná, com destino final em Minas Gerais.

Pela quantidade de droga, a PM acredita que a mercadoria seria distribuída em vários pontos da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Por se tratar de um caso de tráfico internacional, os presos e todo o material apreendido, foram encaminhados para a Polícia Federal, que vai dar andamento às investigações.

"Nós sabemos que essa quadrilha é formada por vários integrantes. É uma quadrilha com organização criminosa mesmo. Então são vários os integrantes e cada um com sua função. Hoje foram pegos dois, m
as vai caber a polícia investigativa fazer maiores levantamentos e conseguir maiores resultados também a partir dessa ocorrência nossa", finaliza o tenente
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »