12/07/2020 às 19h40min - Atualizada em 12/07/2020 às 19h40min

Em meio à pandemia, rua em Cariacica fica lotada em festa clandestina

Rua no bairro Campo Belo ficou tomada por participantes de um baile funk neste domingo. Polícia Militar e fiscais da prefeitura foram até lá, mas festa recomeçou após eles deixarem o local

Fonte A Gazeta
Baile funk clandestino fechou a rua em Cariacica no mesmo dia em que o Estado chegou a 2 mil mortos por Covid-19. Crédito: Reprodução

Com um número ainda elevado de mortes diárias no Estado por conta da pandemia do novo coronavírus, a rua Visconde do Rio Branco, no bairro Campo Belo, em Cariacica, ficou tomada por uma multidão durante uma festa clandestina na madrugada deste domingo (12). Imagens do baile funk realizado no local mostram dezenas de pessoas aglomeradas e sem fazer o uso de máscaras.

Após reclamações de moradores da região, a Polícia Militar e fiscais da prefeitura chegaram a ir ao local, mas de nada adiantou. De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente (Semdec), os servidores e os policiais dispersaram os participantes e chegaram a permanecer no local por duas horas. No entanto, assim que foram embora, a festa, conhecida como "Baile do Mandela", foi retomada.

O baile aconteceu no mesmo dia em que o Espírito Santo chegou ao número de 2 mil mortes por conta da Covid-19. Cariacica é um dos municípios com maior incidência de casos. Por lá, já são 6.988 pessoas que se contaminaram com o vírus e 266 que morreram pela doença.

Para combater os chamados “Bailes do Mandela”, a Prefeitura de Cariacica tem promovido ações de fiscalização em conjunto com a Força Tática da Polícia Militar. Segundo a secretaria, as festas constituem pertubação pública, onde, por diversas vezes, já foram apreendidas armas e drogas. A equipe do Disque-Silêncio comparece aos locais e, ao verificar risco na abordagem, informa ao Ciodes a ocorrência do evento, para que a atuação policial ocorra. Também há operações previamente marcadas com a Força Tática da Polícia Militar para encerramento desses bailes.

A população pode realizar denúncias por meio do telefone 0800 2839 255, de segunda a sexta-feira, das 12h às 6h, e aos finais de semana, 24h.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »