12/07/2020 às 19h37min - Atualizada em 12/07/2020 às 19h37min

Motorista que atropelou aposentada tinha ingerido bebida alcoólica, diz PM

A ingestão de álcool foi confirmada pelo teste do bafômetro. Suspeito não tinha carteira de habilitação

Fonte A Gazeta
A aposentada Tânia Maria Ferreira morreu atropelada em Santa Rosa, Cariacica. Crédito: Arquivo pessoal

O motorista que atropelou e matou a aposentada Tânia Maria Ferreira, de 56 anos, em Cariacica, tinha ingerido bebida alcoólica, segundo informou a Polícia Militar. O motorista, que não teve o nome divulgado pela PM, teve a ingestão de álcool confirmada pelo teste do bafômetro.

Ainda de acordo com a PM, ele não tinha carteira de habilitação e o carro estava com a documentação irregular.

A Polícia Civil disse que o homem, de 40 anos, foi ouvido e liberado para responder, inicialmente em liberdade, conforme previsto no Código de Trânsito Brasileiro, uma vez que ele prestou socorro à vítima. De acordo com o órgão, em diligências realizadas ficou comprovado que ele prestou socorro e acionou a polícia. O Caso seguirá sob investigação na Delegacia Especializada de delitos de Trânsito.

Tânia Maria Ferreira foi atropelada na tarde de sábado (11) quando estava sentada em uma cadeira com o neto no colo, na calçada do bazar do qual era dona, localizado na Rua Mariana, no bairro Santa Rosa. Segundo testemunhas, o motorista estaria com o carro desgovernado e deixou o local após atingir a vítima.

De acordo com informações da Polícia Militar, ao chegar ao local uma equipe do Samu fazia atendimento à vitima e constatou a morte. A criança, que estava no colo de Tânia, também foi atingida e socorrida ao Hospital Infantil de Vila Velha.

Os policiais localizaram o motorista em um comércio da região. Ele disse que um familiar de Tânia o orientou a deixar o local para que não fosse agredido pelos moradores revoltados com a morte da aposentada.

Aos militares, ele disse que seguia com o veículo pela rua principal quando virou à direita para acessar a rua Mariana. Nesse momento, na versão do motorista, o volante teria travado, fato que o fez perder o controle do carro e atingir uma mulher que estava sentada em uma cadeira.

Tânia morava em Santa Rosa, era mãe de quatro filhos e deixava amizades por onde passava. "Para mim, era uma segunda mãe. Sempre disposta a ajudar todo mundo, adorada por todos e super amável. Essa situação dá muita revolta, pois sabemos que a Justiça é falha. Esse motorista tirou a vida de uma mãe, do alicerce da família", desabafou o genro da vítima.

A aposentada será enterrada no Cemitério de Bairro Aparecida, em Cariacica
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »