01/07/2020 às 08h45min - Atualizada em 01/07/2020 às 08h45min

Coronavírus no ES: junho teve quase o dobro de mortes em maio

Segundo dados da Sesa, maio registrou 511 mortes em decorrência da doença, enquanto em junho o número saltou para 1.019 óbitos

Fonte A Gazeta
Mês de junho registrou o maior número de mortes por coronavírus desde o início da pandemia. Crédito: Ricardo Medeiros

O mês de junho registrou o maior número de mortes no intervalo de 30 dias no Espírito Santo desde o início da pandemia do coronavírus. De acordo com dados da Secretaria do Estado de Saúde (Sesa), foram 1.019 mortes no período, quase o dobro da quantidade de mortes notificadas no mês de maio em decorrência da doença.

De acordo com a Sesa, o mês de maio teve 511 mortes de pessoas infectadas pelo coronavírus. Já em junho, foram 1.019 óbitos pela doença, praticamente o dobro do mês anterior. O intervalo de tempo para uma pessoa morrer em decorrência da doença diminuiu consideravelmente. Em maio, uma pessoa morreu a cada duas horas, enquanto em junho, a média foi de mais de uma pessoa (1,4) morta por hora por conta do coronavírus.

O número de infectados pela Covid-19, por sua vez, mais que triplicou. Até o final de maio, eram 14.285 pessoas infectadas pela doença. Segundo a última atualização do Painel Covid-19 nesta terça-feira (30), são 46.893 pessoas que contraíram o coronavírus, um aumento de 32.608 casos.

Esse valor representa cerca de 1087 novas infecções por dia no Espírito Santo e pouco mais de 45 novos casos confirmados de coronavírus no Estado por hora. De acordo com o médico infectologista Lauro Ferreira Pinto, metade da população será infectada pela Covid-19 até o mes de agosto deste ano.

Até o momento, o Espírito Santo registrou 46.893 casos de coronavírus, com 1.647 mortes, segundo a Sesa. A taxa de mortalidade no Estado é de 3,51% e 27.580 pessoas foram consideradas curadas da doença.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »