30/06/2020 às 11h05min - Atualizada em 30/06/2020 às 11h05min

Bovespa opera em queda no último pregão do mês, com exterior desfavorável

Na véspera, Ibovespa subiu 2,03%, a 95.735 pontos.

Fonte G1
Ibovespa é o principal índice da B3, a bolsa brasileira — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, opera em queda nesta terça-feira (30), mas caminha para alta acumulada de quase 10% no mês de junho.

Às 11h06, o Ibovespa caía 0,69%, a 95.073 pontos.

Na véspera, o índice subiu 2,03%, a 95.735 pontos, cotação máxima do dia. Na parcial do mês, o Ibovespa acumula alta de 9,53%, mas no ano ainda registra queda de 17,21%.

Cenário local e externo

O mercado mantém preocupações com o risco de uma nova onda de casos de Covid-19 em meio à reabertura das economias. O recente salto no número de infectados ao redor do mundo mantém investidores em estado de alerta.

No exterior, as bolsas na Ásia ainda fecharam em alta com dados melhores sobre a atividade chinesa, mas a aprovação pelo parlamento chinês da lei de segurança nacional para Hong Kong abria espaço para receios sobre aumento da tensão EUA-China.

Além disso, o aumento de casos de Covid-19 continua alimentando volatilidade, enquanto dados têm respaldado as esperanças de uma recuperação econômica relativamente rápida.

No Brasil, a bolsa paulista caminha para o melhor trimestre em seis anos e meio, em uma forte recuperação após o tombo nos primeiros meses do ano, quando prevaleceu a aversão a risco por causa da pandemia do novo Covid-19, destaca a Reuters.

Até a véspera, o Ibovespa à vista caminhava para fechar o trimestre com elevação de mais de 30%, em movimento que teve como catalisadores a ampla liquidez global e declínio dos juros para taxas historicamente baixa no país.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »