22/05/2020 às 18h10min - Atualizada em 22/05/2020 às 18h10min

Governo do ES compra 160 respiradores para ampliar tratamento de Covid-19

Segundo Nésio Fernandes, secretário de Estado da Saúde, a expectativa é de que os aparelhos cheguem ao Espírito Santo nos próximos 15 dias

Fonte A Gazeta
Aparelhos serão encaminhados as Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de hospitais públicos do Estado . Crédito: Reprodução/TV

O serviço público de saúde do Espírito Santo vai receber mais de 160 respiradores que serão utilizados no tratamento de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Além da aquisição dos aparelhos, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) ampliou a oferta de leitos em hospitais particulares e avalia a possibilidade da construção de um hospital de campanha em Colatina, região Noroeste do Estado.

A chegada dos aparelhos é importante, levando em consideração a necessidade do equipamento no tratamento dos casos graves da doença. Em recente entrevista, o gestor clínico do Hospital Dr. Jayme dos Santos Neves, na Serra,  Alexandre Bittencourt, revelou que há pacientes que precisam da respiração mecânica por mais de três semanas. O tempo de internação e o uso prolongado dos respiradores já disponíveis podem inviabilizar a admissão de novos pacientes.

Durante entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (22), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, e o subsecretário Luiz Carlos Reblin, apresentaram uma série de medidas adotadas pelo governo no enfrentamento à pandemia. Os dois informaram que o isolamento social no Estado é considerado insuficiente. Enquanto a média ideal deveria alcançar 55%, o último dado divulgado, na última quarta-feira (20), apontou que 47,33% da população cumpriu isolamento social.

“Temos, para a próxima quinzena, a programação da chegada de mais de 160 ventiladores para as nossas UTIs. O Estado tem uma estratégia de expansão de leitos na Grande Vitória e nas demais regiões. No entanto, haverá um limite. Ainda que os leitos não sejam totalmente ocupados, nós não queremos perder vidas. Não existe tratamento específico capaz de interromper a evolução natural da doença”, salientou.

A decisão para a construção ou não do hospital de campanha será anunciada na próxima semana. Nesta segunda-feira (18), a rede pública de saúde do Espírito Santo passou a contar com mais 190 leitos para tratar, exclusivamente, pacientes infectados com o novo coronavírus. Ao todo, são 150 leitos de enfermaria e 40 leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), localizados no Vila Velha Hospital, que fica no município de mesmo nome.

Esta não é a primeira vez que o governo do Espírito Santo fecha parcerias com a rede privada para realizar a ampliação da oferta de leitos. O mesmo já aconteceu com Apart Vitória e com o Hospital Santa Mônica. A expansão faz parte do programa “Leitos para Todos”, oficializado no final de abril por uma portaria da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »