22/05/2020 às 10h48min - Atualizada em 22/05/2020 às 10h48min

Ministro francês da Economia adverte sobre mais falências e demissões

Governo planeja reduzir gradualmente o dispositivo de apoio ao desemprego parcial, ou técnico, a partir de junho.

Fonte G1
O ministro das Finanças, Bruno Le Maire, em imagem de arquivo — Foto: Philippe Wojazer/Reuters

O ministro francês da Economia, Bruno Le Maire, alertou nesta sexta-feira (22) que os franceses devem se preparar para que a crise da saúde relacionada ao coronavírus provoque "falências e demissões nos próximos meses".

"Muitos setores estão sendo duramente afetados" pela crise e, "embora a economia esteja se reativando, não está sendo no mesmo ritmo de antes", disse Le Maire à rádio Europe 1.

O governo francês planeja reduzir gradualmente o dispositivo de apoio ao desemprego parcial, ou técnico, a partir de junho, o qual impediu até agora uma onda de demissões em massa na França.

"Devemos incentivar as pessoas a voltarem ao trabalho. Não é normal que o Estado pague 100% dos salários", completou.

Segundo estimativa do Ministério do Trabalho, o número total de pedidos de autorização de desemprego parcial desde 1º de março atingiu 12,7 milhões. Cerca de 8,6 milhões de trabalhadores teriam sido beneficiados por esse dispositivo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »