31/03/2020 às 16h57min - Atualizada em 31/03/2020 às 16h57min

Sobe para 3 mil o número de mortos por COVID-19 nos EUA, diz universidade

O presidente Donald Trump foi criticado por uma resposta inicialmente lenta do governo federal em relação à propagação do vírus

Fonte Estado de Minas
Trump cancelou seus planos de retomar a atividade econômica (foto: MANDEL NGAN / AFP )

A pandemia do novo coronavírus deixou, nesta segunda-feira (30), mais de 3.000 mortos nos Estados Unidos, enquanto o número de infectados superou os 163.000, segundo o balanço da Universidade Johns Hopkins, cujos dados são tomados como referência.

Os Estados Unidos são de longe o país do mundo com o maior número de casos confirmados (163.429), com 3.008 mortes. A marca de 2.000 mortos foi superada no sábado.

O presidente Donald Trump foi criticado por uma resposta inicialmente lenta do governo federal em relação à propagação do vírus, que agora está se acelerando.

As cenas comoventes dos hospitais de Nova York e de outras cidades revelaram um sistema de saúde despreparado com poucos suprimentos básicos, como máscaras faciais, além de dispositivos que salvam vidas, como respiradores.

No domingo, Trump cancelou seus planos de retomar a atividade econômica e reabrir grande parte do país para a Páscoa em 12 de abril, e estendeu as diretrizes para o distanciamento social até o final de abril, depois que seus principais consultores científicos o confrontaram com dados sobre a crescente crise do novo coronavírus.

Trump disse que a taxa de mortalidade nos Estados Unidos provavelmente aumentaria por duas semanas, descrevendo uma previsão do cientista-chefe Anthony Fauci como "horrível", a qual indica que a epidemia da Covid-19 no país poderia matar de 100.000 a 200.000 pessoas.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »