14/01/2020 às 08h42min - Atualizada em 14/01/2020 às 08h42min

Balconista foi agredida pelo companheiro dias antes de morrer em Guarapari

Menos de uma semana antes, a vítima foi agredida pelo companheiro dentro de um salão de beleza. Após a ocorrência, ela entrou com um pedido de Medida Protetiva

Fonte A Gazeta
A balconista Shirley Simões foi vítima de feminicídio em Guarapari. Crédito: Acervo pessoal

Uma semana antes de ser assassinada a tiros pelo companheiro, a balconista Shirley Simões, 31 anos, foi agredida por ele dentro de um salão de beleza em Guarapari. Após a agressão, a vítima entrou com um pedido de medida protetiva.

De acordo com a Polícia Civil, o segurança Josimar Garcia, não aceitava o fim do relacionamento com Shirley. Por causa disso, no dia 3 de janeiro ele foi atrás da mulher em um salão de beleza, onde entrou em luta corporal com a vítima.

"Ela estava fazendo unha no local quando ele chegou. Eles discutiram, ele quebrou vários objetos no salão e chegou na situação extrema de entrar em luta corporal com a vítima. Ele não aceitava o fim da relação." Franco Malini - Delegado titular da DHPP e responsável pela investigação

Ainda, de acordo com o delegado, após a situação, Josimar teria tentado se matar. Um vídeo, que circulou nas redes sociais, mostrava o segurança chorando, alterando, dizendo que queria morrer. As imagens foram gravadas por um amigo da igreja de Josimar, que pedia orações para ele.

MEDIDA PROTETIVA

A agressão dentro do salão de beleza teria motivado Shirley a procurar a delegacia e pedir uma medida protetiva contra o companheiro. O documento foi solicitado três dias antes de a balconista ser assassinada.

Segundo a polícia, Josimar já respondia pela Lei Maria da Penha. Outras três mulheres possuem pedidos de medida protetiva contra ele.

RELEMBRE O CASO

A balconista Shirley Simões foi morta a tiros quando seguia de moto pelo bairro Coroado, em Guarapari, na noite da última quinta-feira (09). Ela voltava para casa quando foi abordada pelo companheiro em um carro (veja vídeo abaixo).

Segundo a polícia, o autor dos disparos deu uma fechada na moto da vítima. Quando Shirley parou a moto, Josimar desceu do veículo e atirou na balconista. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O suspeito foi preso pela Polícia Militar no dia seguinte, na rodoviária de Piúma
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com o Portal
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp