16/11/2019 às 17h30min - Atualizada em 16/11/2019 às 17h30min

Quinze presos roubam armas e fogem da Delegacia de Piraquara, diz polícia

Detentos renderam policial na manhã deste sábado (16). Três presos foram recapturados.

Fonte G1
Presos fugiram de Delegacia de Piraquara neste sábado (16) — Foto: Vanessa Rumor/RPC

Quinze presos roubaram armas e fugiram da Delegacia de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, na manhã deste sábado (16), segundo a polícia.

Conforme apurado pela RPC Curitiba, um policial que foi fazer a retirada do lixo, pouco antes da troca de turno, foi rendido por cinco detentos. Os presos fugiram a pé.

A policia informou que os eles levaram a arma do policial e, antes de fugir, arrombaram um armário onde havia mais armas. Os detentos pegaram outras seis armas, sendo uma metralhadora.

Até a última atualização desta reportagem, três presos tinham sido recapturados. Equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar (PM) fazem buscas para localizar os demais.

O policial rendido foi levado para atendimento médico em estado de choque. Ele levou uma pancada na cabeça. De acordo com a Polícia Civil, estado de saúde dele é estável.

Interdição

Por ordem judicial, a delegacia está interditada desde a semana passada, com a determinação de que os presos fossem retirados do local. Porém, a delegacia continuou recebendo detentos.

Trinta e quatro pessoas estavam presas no local, quando houve a fuga, de acordo com a polícia. A delegacia tem capacidade para oito detentos.

O que diz a Prefeitura de Piraquara

Por meio de nota, a Prefeitura de Piraquara informou que busca, junto ao governo estadual, a construção de uma Delegacia Cidadã no município.

Segundo a administração municipal, as tratativas estão em andamento e já existe um terreno, que é de propriedade do Governo do Paraná, adequado para a instalação de uma nova delegacia.

Denúncias

A Polícia Civil pede para quem tiver informações sobre os foragidos faça denúncia pelos telefones 190 e 197.

O que diz a Sesp

A Secretaria da Segurança Pública do Paraná (Sesp) informou que "a superlotação em carceragens de delegacias é um problema crônico do Estado, existente há décadas", e que "a atual gestão tem realizado ações para tentar reduzir esse número e prestar o atendimento necessário a todos os custodiados".

Entre as medidas tomadas, conforme a secretaria, houve transferência da administração de 37 carceragens de delegacias da Polícia Civil para o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), mutirões carcerários e a instalação de 57 celas modulares, que abriram 684 novas vagas.

A Sesp destacou também que desenvolve ou planeja 13 obras de construção de novas unidades prisionais, que devem abrir 6 mil novas vagas, sendo 1,1 mil ainda neste ano
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com o Portal
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp