08/11/2019 às 16h46min - Atualizada em 08/11/2019 às 16h46min

Defesa protocola pedido de libertação de Lula

Petição já está na Justiça Federal do Paraná e se baseia na decisão do STF sobre prisão em segunda instância

Fonte Estado de Minas
(foto: Advogado Cristiano Zanin está no Paraná, onde tenta tirar Lula da prisão)

Foi protocolada na manhã desta sexta-feira pela defesa de Luís Inácio Lula da Silva uma petição na Justiça Federal do Paraná, requerendo a soltura do ex-presidente da República.

A petição se baseia na decisão do STF, tomada nessa quinta-feira (7), alterando o entendimento sobre a prisão em casos de condenação após a segunda instância.

Os defensores alegaram que a decisão do Supremo é de conhecimento público e pede que seja expedido alvará de soltura para o petista. Lula está preso desde 7 de abril de 2018 na sede da Polícia Federal do Paraná, berço da Operação Lava-Jato.

"Luiz Inácio Lula da Silva, qualificado nos autos da Execução Penal Provisória em epígrafe, cujos trâmites se dão por esse douto Juízo, vem, por seus advogados que abaixo subscrevem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, requerer a expedição imediata de ALVARÁ DE SOLTURA, diante do resultado proclamado na data de ontem pelo Supremo Tribunal Federal - público e notório - no julgamento simultâneo das ADCs 43, 44 e 54", informa o documento protocolado às 11h12 na 12.ª Vara Federal de Curitiba.

Soltura

O advogado de Lula, Cristiano Zanin, chegou na manhã desta sexta-feira,, na sede da Polícia Federal de Curitiba, onde Lula está preso, para discutir estratégias para a soltura do ex-presidente.

Em sua conta pessoal no Twitter, o advogado afirmou que a defesa irá "sugerir a ele (Lula) o protocolo imediato de um pedido ao juízo da execução para que ele saia da prisão com base no julgamento de ontem do STF, sem prejuízo de continuarmos a priorizar o HC da suspeição". (Com informações do Estadão Conteúdo)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com o Portal
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp