17/10/2019 às 19h53min - Atualizada em 17/10/2019 às 19h53min

Mecânico pode ter saído do local do acidente antes do socorro em Linhares

É o que apontam investigações sobre caso, segundo Corpo de Bombeiros. A família de Marcelo Vieira afirma que ele ficou desacordado em um pasto ao lado da rodovia e foi encontrado pela mãe horas depois do acidente

Crédito A Gazeta
Táxi capotou em grave acidente com dois mortos na ES 248, em Linhares. Crédito: Luiz Zardini/TV Gazeta Norte

As investigações do grave acidente com um táxi que deixou duas pessoas mortas e quatro feridas na ES 248, em Linhares, no último dia 10, indicam que o condutor do veículo, o mecânico Marcelo Vieira, pode ter saído do local antes da chegada do socorro. É o que informou o Corpo de Bombeiros.

Em entrevista à reportagem de A Gazeta, familiares de Marcelo afirmaram que ele ficou desacordado em um pasto ao lado da rodovia e não foi visto pelos bombeiros durante o socorro das vítimas. Ele teria pedido ajuda a populares que passavam no local, horas depois do acidente. Sua mãe foi até a rodovia e o socorreu. Ele foi levado ao hospital pela família.

No entanto, o Corpo de Bombeiros informou, por meio de nota, que atuou de maneira técnica e correta no local do acidente.

“A partir do momento em que se constatou que poderia haver uma vítima a mais, foi feito um trabalho de busca, dentro de um perímetro determinado, inclusive tomando como base o posicionamento das outras vítimas, que foram arremessadas para fora do carro, e ninguém foi localizado”, diz a nota.

Ainda segundo os bombeiros, não há informações que comprovem, até o momento, que Marcelo foi deixado no local sem atendimento e há suspeitas de que ele possa ter saído da região do acidente antes da chegada do socorro.

A nota ainda afirma que o caso foi encaminhado à Polícia Civil e todas as responsabilidades serão apuradas.

DEPOIMENTO

De acordo com a Polícia Civil, o depoimento de Marcelo estava previsto para acontecer nesta semana. Porém, como ele está bastante machucado por conta do acidente, sua declaração foi remarcada para a semana que vem. No acidente, o mecânico quebrou uma perna. Ele passou por cirurgia no Hospital Rio Doce e já teve alta.

Em nota, a PC ainda informou que o inquérito policial já foi instaurado na Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Linhares. Estão sendo realizadas as diligências investigativas cabíveis e todos os envolvidos e testemunhas serão ouvidos dentro do prazo legal.

Por conta do estado de saúde de três pessoas que continuam internadas, as vítimas ainda não foram ouvidas. Um casal de namorados que estava no veículo está internado em estado grave. Leonardo Gama Pinto, de 27 anos, está em coma induzido no Hospital Geral de Linhares (HGL). Já sua namorada, Monielly Pereira Costa, de 20 anos, está no Hospital Rio Doce.

Outra vítima do acidente, Ivaneide Ferreira Souza, de 48 anos, está em processo de recuperação e seu estado de saúde é considerado estável. Ela também está no Hospital Rio Doce.

TAXISTA


O taxista Lucas de Oliveira Fragoso trabalha no ponto da rodoviária do Centro de Linhares. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Norte

O taxista Lucas de Oliveira Fragoso, dono do veículo envolvido no acidente, prestou depoimento na manhã desta quinta-feira (17) na Delegacia Regional de Linhares. Em entrevista para a TV Gazeta Norte, ele disse que deixou o carro na oficina e que o mecânico usava o automóvel sem sua autorização.

Além disso, Lucas afirmou que passa por dificuldades financeiras porque seu táxi deu perda total e tem recebido doações de alimentos. Ele contou que tem distribuído currículos no comércio da cidade, pois está em busca de um novo emprego.

O ACIDENTE

O táxi seguia pela rodovia quando um pneu da frente teria estourado, o que fez o condutor perder o controle da direção e bater no meio-fio. Em seguida, o veículo capotou. As vítimas foram lançadas para fora do carro.

Duas pessoas morreram na hora. São elas Carlos Alberto de Jesus, de 44 anos, e Rayanne Gonçalves, de 24 anos. Monielly, Leonardo e Ivaneide foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e por uma ambulância municipal
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com o Portal
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp