19/04/2017 às 15h12min - Atualizada em 19/04/2017 às 15h12min

Após denúncia, jogador do Botafogo nega agressão à ex-namorada, diz polícia

Marcelo Conceição Benevenuto disse, em depoimento, que em 'ato reflexo' para se desviar da ex-namorada, relógio que estava no seu pulso encostou no rosto dela.

Fonte G1

Zagueiro Marcelo do Botafogo (Foto: Divulgação / Botafogo)

A Polícia Civil já ouviu o zagueiro do Botafogo, Marcelo Conceição Benevenuto, de 21 anos, que foi denunciado por agressão pela ex-namorada no início do mês. De acordo com o delegado Paulo Castelo Branco, da 10ªDP (Botafogo), Marcelo negou ter agredido propositalmente a ex.

“Segundo o seu termo, num ato reflexo para se desviar da ex-namorada, o relógio que estava no seu pulso resvalou no rosto da vítima”, explicou o delegado ao G1 nesta quarta-feira (19).

O jogador prestou seu depoimento no último dia 12. No registro de ocorrência feito pela mulher no dia 2 de abril, ela alega ter recebido socos no rosto, após uma discussão com o jogador motivada por ciúmes. Segundo a Polícia, a jovem de 26 anos foi até o clube entregar algum objeto ao jogador. Em seguida, houve algum desentendimento entre o casal e ele teria dado um soco nela.

A Polícia Civil quer agora analisar as imagens das câmeras de segurança do clube para concluir o inquérito. A expectativa é que essas imagens sejam analisada ainda nesta semana. Na época do registro, a Polícia também havia requisitado um exame de corpo de delito para documentar as lesões corporais praticadas, mas a ex-namorada ainda não fez o exame, segundo o delegado.

Caso seja confirmado o crime de agressão, o jogador pode responder pelo crime de lesão corporal qualificada, dentro da Lei Maria da Penha, com pena mínima de um ano e máxima de três anos.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »