03/01/2017 às 09h50min - Atualizada em 03/01/2017 às 09h50min

Pesquisadores descobrem mecanismos que causam versão ‘turbinada’ da TPM

O Transtorno Disfórico Pré-menstrual afeta de 2% a 5% das mulheres em idade reprodutiva e é mais forte que a Tensão Pré-menstrual, reação muito mais comum.

Fonte G1

Expressão do complexo genético que foi encontrada como causa do transtorno (Foto: Peter Schmidt, M.D., NIMH., David Goldman, M.D., NIAAA)

Pesquisadores dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH) descobriram os mecanismos moleculares que podem causar o Transtorno Disfórico Pré-menstrual, uma versão "turbinada" da Tensão Pré-menstrual (TPM).

Tal transtorno afeta de 2% a 5% das mulheres em idade reprodutiva nos dias que antecedem a menstruação. Ele causa irritabilidade, tristeza e ansiedade, assim como a TPM, mas de forma mais intensa.

“Nós encontramos um gene suspeito de ter uma expressão desregulada. Isso aumenta a evidência de que o Transtorno Disfórico Pré-menstrual é um distúrbio e uma resposta da célula ao estrogênio e progesterona”, disse Peter Schmidt, do NIH. “Aprender mais sobre esse complexo genético mantém a esperança de melhorar o tratamento de tais distúrbios do humor”, completou.

Schmidt e seus colegas publicaram os resultados dos estudos nesta terça-feira (3), na revista “Molecular Psychiatry”.

“Este é um grande momento para as mulheres, porque demonstra que aquelas afetadas pelo Transtorno Disfórico Pré-menstrual têm uma diferença intrínseca no seu aparelho molecular em resposta aos hormônios sexuais”, disse David Goldman, outro autor da pesquisa.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »